Instrumentos

Aqui estão os instrumentos utilizados nos CORTEJOS DE MARACTU. Alguns dos que estão aqui não vivenciamos nas aula. Mas sempre é bom saber!

instrumentos-maracatu-2.jpgAlfaias – Também chamadas de bombos ou zabumbas. São tambores graves, de grandes dimensões, originalmente feitos do tronco da Macaíba (árvore que se parece com a Palmeira).Seus aros são feitos de Genipapo e o bojo é trançado por uma corda de sisal. Com frases sincopadas e bem marcadas, são responsáveis pelas características principais de cada toque ou baque. Muitas vezes dividem-se em três grupos, pelo seu tamanho ou afinação tendo cada grupo uma função rítmica diferente.

Gonguê – Instrumento formado por uma campânula de ferro e um cabo que serve de apoio. Tem o formato aproximado de um sino de ponta a cabeça ou um agogô de uma só boca. As frases rítmicas do gonguê são geralmente formadas por contratempos e sincopas com grande liberdade de improviso.

Caixa de guerra – Tambor agudo que possui na pele de resposta uma esteira ou bordão produzindo um som rufado e característico. Possui frases rítmicas com grande quantidade de notas o que dá a este instrumento a possibilidade de coordenar e harmonizar as alfaias. São as caixas de guerra, juntamente com os taróis, que dão a chamada para a entrada dos outros instrumentos.

Tarol – Mais agudo que as caixas de guerra e com som mais rufado. Seguem basicamente a linha das caixas porém com maior número de variações rítmicas e com fraseados mais livres.

ganza2.jpgGanzá – Também chamado de mineiro. Chocalho cilíndrico responsável pelos registros mais agudos do conjunto. Um dos instrumentos mais versáteis de nossa cultura. Possui inúmeras possibilidades de sutis variações rítmicas.

Ilú – instrumento primo do atabaque, típico de terreiro, tocado com as mãos. Seu fraseado são toques referentes a determinados orixás, a quem o maracatu presta sua homenagem. Nos cortejos estes ilús são retirados do tripé (sua sustentação) e são amarados ao corpo do batuqueiro por uma faixa.

Agbê – Também conhecido como xequerê, este instrumento é composto por uma teia de miçangas que envolve uma cabaça. Instrumento que veio dos terreiros, para compor junto com o batuque do maracatu, uma função de condução similar ao do ganzá.

________________________________________________________________________________

Instrumentos utilizados no BATUQUE DE UMBIGADA

O basico do ritmo musical do batuque é dadao pela “Matraca”, dois pais batidos no corpo do “tambu”, e pelos guaiás, chocalhos metálocos empunhados por cantores e dançadores. O “Tambu”, grande tambor cônico, improvida comentários a melodia da moda ao mesmo tempo que faz marcação da dança, indicando o momento exato da umbigada.

Trata-se de um instrumento de grandes possibilidades timbristicas, indo de um grave profundo no centro da pele e um agudo no sino da borda. O repique do “Quingengue”, tambor menos em forma de cálice, serve de orientação tanto para o andamento da música quanto para a afinação dos cantores.

________________________________________________________________________________

No JONGO são utilizados os seguintes instrumentos musicais:jongos.gif

1- Atabaques : (Três a quatro), recebem uma grande variação de nomes como: Tambor, Angona, Candongueiro, Cadete, Pai João, Pai Tôco, etc. E é dividido em :

Guanazamba, Pai João, Pai Tôco, Tambor: É o maior te todos ,é um pedaço de madeira que por meio de fogo é deixada ôca ,de um lado a outro,com aproximadamente 100cm a 120 cm de comprimento e um diâmetro de aproximadamente 40 cm,numa das extremidades é colocado o couro de boi (na maioria das vezes) e a outra fica livre.A forma como é tocado consiste em deitar horizontalmente o atabaque no chão sentasse nele e bate com as mãos no couro.
Candongueiro, Joana, Angona: Um pouco menor, mede 80cm a 100cm e 30cm de diâmetro,é tocado por pancadas suaves das pontas dos dedos,para produzir um som mais agudo,tipo “arranhado”,é tocado do mesmo modo da Guanazamba.
Cadete: Terceiro maior mede 50cm a 60 cm de comprimento e 20 cm de diâmetro,é tocado do mesmo modo da Angona,é tocado do mesmo modo da Guanazamba.
Cazunga: É o menor dos quatro. Único que não é tocado deitado ao chão, pois fica pendurado no corpo do tocador por alças.

2- Puíta,cuíca,tambor onça: Instrumento de aproximadamente 30cm de comprimento e aproximadamente 15cm a 20cm de diâmetro, é uma madeira ôca, em uma das extremidades é coberto com o couro , no centro deste couro é amarrado uma haste de madeira,bem lisa de aproximadamente 30cm de comprimento. É tocado colocando o instrumento entre os joelhos pressionando-o, e com um pano molhado esfrega a haste tirando o som, ou também coloca-se a mão sobre o couro, externamente, resultando sons diferentes.

3- Guaiá,chocalho: Pequeno recipiente de metal ôco (é um chocalho, assemelha-se a uma caneca fechada, tendo até uma alça para segurar) , que contêm no seu interior chumbo,pedrinhas,sementes ou outra coisa que sirva para provocar o som a que se destina.Sua função na música é apenas de marcar a mudança de canto, para “desatar” o “ponto” que esta sendo dançado

%d blogueiros gostam disto: